Logo TCO

TCO
Transplante Celular Odontológico

O novo padrão ouro nas enxertias ósseas odontológicas

O TCO – Transplante Celular Odontológico é o método de enxertia óssea não autógena com uma abordagem focada na fisiologia e potencialização da osteogênese para proporcionar simplicidade e previsibilidade em reabilitações implantossuportadas.

Uma nova forma de pensar e agir nas enxertias ósseas odontológicas.

A fisiologia a favor da previsibilidade

O método TCO, Transplante Celular Odontológico, traz vida aos biomateriais nos enxertos ósseos não autógenos. Através da utilização da fisiologia, o TCO potencializa os enxertos para que o dentista tenha mais segurança e previsibilidade nos seus procedimentos.

O método TCO é resultado de estudos e pesquisas teóricas e práticas que iniciaram em 2011, com controles constantes em pacientes para acompanhar a timeline dos casos. O TCO transforma a enxertia óssea não autógena em padrão ouro pois traz em sua essência dois super diferenciais: menor comorbidade e maior previsibilidade.

Header - color line
Como o TCO potencializa a enxertia óssea

A redução das comorbidades e a garantia de que o enxerto osteointegre de forma adequada é o maior desafio dos profissionais que realizam enxertos ósseos.

O TCO atua diretamente na neovascularização do scaffold (andaime) e garante que o planejamento que o profissional fez para o tratamento aconteça de forma completa.

O TCO traz a segurança de, entre o quarto e o quinto mês após o procedimento, encontrarmos a enxertia realizada com o volume esperado. O que deixa tanto paciente quanto profissional tranquilos para realizar o procedimento de implantodontia necessário.

O TCO possibilita reduzir drasticamente traumas e comorbidades dos procedimentos de enxertia óssea, pois utiliza biomateriais que são encontrados facilmente no mercado.

Além disso, o TCO não utiliza osso autógeno, o que possibilita a utilização de apenas um sítio cirúrgico.

O TCO elimina a coleta de osso autógeno. Isso traz a redução dos hematomas, inchaços e desconforto pós-cirúrgicos.

Além disso, a segurança e confiança que o profissional consegue passar ao paciente também aumenta, já que há a diminuição das exposições ósseas e fibroses no tratamento. 

Com maior vascularização nos enxertos é possível diminuir a incidência de fibroses e exposições ósseas e isso diminui as comorbidades e as reintervenções pós-enxertia.

O TCO potencializa as enxertias não autógenas de uma forma simples e garante que, respeitando a fisiologia humana e seguindo seu protocolo de aplicação de forma correta com visão 5D, é possível ter sucesso no planejamento e previsibilidade nos enxertos.

O TCO é um método utilizado em associação aos biomateriais, fazendo da enxertia óssea não autógena uma enxertia padrão ouro com material ilimitado, buscado no mercado de acordo com a necessidade do paciente.

O simples é a evolução do complexo.

O sucesso de um enxerto ósseo odontológico está baseado na simplicidade de todo o processo, no manuseio correto dos tecidos, na neovascularização e no entendimento da fisiologia sequencial de como esse enxerto vai se osseointegrar ao organismo.

O entendimento como esse processo fisiológico acontece é o que permite ao TCO ser um método extremamente complexo em sua teoria mas extremamente simplificado na sua aplicação.

O TCO, Transplante Celular Odontológico, evolui a forma como os biomateriais são utilizados nas enxertias ósseas não autógenas.

Reproduzir vídeo
Header - color line

O criador do método, Dr. Paulo Pasquali, apresenta o que é o TCO.

O curso.

Sete módulos, 28 aulas, 16 horas de conteúdo.

Conteúdo planejado e criado com tudo para que você possa aplicar o método TCO na sua clínica logo após finalizar os sete módulos do curso

Reabilitação com TCO - Transplante Celular Odontológico
Reproduzir vídeo

Com mais de 35 anos de experiência em enxertia óssea e implantodontia e desde 2011 atuando na pesquisa e desenvolvimento do método TCO, Dr. Paulo Pasquali apresenta um curso que une teoria e prática na medida certa.

O curso ensina a fisiologia do enxerto, o GPS do Cálcio – avaliação sistêmica do paciente – e como potencializar a vascularização de enxertos não autógenos através do protocolo do método TCO – Transplante Celular Odontológico.

Planejado para que o profissional consiga aplicar o método TCO já no dia seguinte à conclusão, o curso é realizado sem a necessidade de nenhuma aquisição extra de materiais.

7 módulos > 28 aulas > 16 horas

Header - color line
Header - color line
Conteúdo do curso TCO:

Duração: 3h13min

Entenda como funciona o método TCO. Conheça a fisiologia do enxerto e como ela se aplica no cotidiano.

Duração: 2h24min

Estude os 15 pilares que diferenciam o método TCO de todos os outros métodos.

Aprenda a aplicar o método com eficiência e da forma correta.

Duração: 2h10min

Entenda a relação do TCO com os biomateriais e estude o manuseio em bloco e particulado.

Duração: 1h45min

Estude o TCO através de casos clínicos reais de reabilitação de maxila atrófica, com reconstituição total com um enxerto não autógeno.

Duração: 4h07min

Entenda como é uma mesa cirúrgica preparada para o método TCO.

Avalie diversos casos clínicos com aplicação do método TCO.

Duração: 31min

Entenda os detalhes mais importantes dos enxertos e se aprofunde nos detalhes que são importantes para o sucesso da enxertia óssea com TCO.

Duração: 1h03min

Segunda etapa de avaliações de casos clínicos com o objetivo de solidificar o conhecimento do método TCO.

Curso TCO - Módulo 1
Teoria

Compreensão completa da fisiologia e do TCO

Curso TCO - Módulo 2
Pilares

Pilares para garantir o sucesso da enxertia com TCO

Curso TCO - Módulo 3
Curva de aprendizado

Pontos de atenção, cuidados e técnicas para uso

Curso TCO - Módulo 4
Prática

O TCO na prática através de cirurgias filmadas

Curso TCO - Módulo 5
Manuseio

Artifícios de potencialização do biomaterial

Curso TCO - Módulo 6
Casos clínicos

Diversos casos reais com aplicação do TCO

Header - color line

Investimento

TCO
R$ 1.994
00
  • Online: assista quando quiser
  • Kit punção com broca
  • Certificação
  • Suporte acadêmico
  • Aula extra ao vivo
  • Inclusão na academia TCO

Quer aprender e aplicar
o método TCO no seu consultório?

Header - color line

Embasamento
TCO:

O resultado de mais de 10 anos
de estudos e pesquisas teóricas e práticas.

Fisiologia do enxerto: Células, biomaterial, osteogênese
Linha do tempo TCO - Ilustração
Linha do tempo.
Embasamento:
Mestrado.
Header - color line

Fase inicial de descobrimento de novas possibilidades dentro da enxertia não autógena.

Busca por soluções ao redor do mundo para melhorar os resultados dos enxertos e reduzir as comorbidades para os pacientes.

Descoberta de caminhos possíveis através da fisiologia e primeiros estudos para criação do método TCO.

Embasamento:
Doutorado.
Header - color line

Com o TCO já estabelecido em bases teóricas, iniciam os testes práticos no consultório.

Com os testes e controle sistêmico dos resultados em andamento, a técnica começa a ser aperfeiçoada.

O controle através de lâminas de osteogênese, cintilografia de fluxo e análise rotineira dos pacientes dão segurança do funcionamento do método.

Aplicação do método TCO no consultório do Dr. Paulo Pasquali em pacientes rotineiramente.

Embasamento:
Pós-doutorado.
Header - color line

Início da união entre odontologia e medicina em prol da fisiologia e da formação de osso.

Evolução do TCO com redução de tempo entre enxerto e instalação dos implantes.

Início da difusão do método TCO para profissionais da área odontológica.

Avanço nos estudos relacionados à fisiologia e o entendimento do enxerto ósseo.

Header - color line

Perguntas frequentes

O curso do método TCO é indicado para todos os dentistas que realizam enxertos ósseos.

O curso do método TCO não é indicado para quem não sabe ou nunca fez enxertos ósseos, pois necessita de um nível mais avançado de conhecimento em enxertia.

A punção do sangue é feita da mandíbula. O curso do método TCO disponibiliza aos alunos uma broca com diâmetro de perfuração menor do que a broca normalmente utilizada para colocação de implante, facilitando o procedimento.

A punção é realizada por uma broca desenvolvida para esse fim. Essa broca possui um diâmetro de perfuração menor do que a utilizada para realizar a perfuração de um implante.

Com a perfuração feita, a punção do sangue medular mandibular é realizada com uma cânula e uma seringa descartável.

A broca é de titânio, esterilizável, com um stop que será acionado de acordo com a análise do melhor ponto de punção da mandíbula de acordo com a tomografia, garantido segurança no procedimento.

É possível realizar punção em todos os pacientes, sejam elas os que possuem todos os dentes, os que possuem apenas alguns dentes ou mesmo os sem dentes algum.

O método TCO permite a utilização de diversos biomateriais e diversas marcas do mercado, com testes já realizado em pacientes.

O aluno pode utilizar o biomaterial e a marca com que mais se identifica.

No curso, o aluno aprende quais características esse biomaterial deve conter para ser mais eficiente.

O método TCO é indicado para todos os tipos de enxertos com ênfase em não autógenos e pode ser aplicado em todos os tamanhos de enxertos.

Sim, com o método TCO é possível obter ganho vertical e horizontal na área enxertada.

Não, o sangue medular mandibular é utilizado in natura.

O curso do método TCO inclui o acesso à plataforma de ensino com login e senha durante 3 ou 6 meses conforme o contratado.

A broca e a cânula usadas no método são entregues no endereço do aluno.

Além disso, permite o ingresso no grupo de alunos no Telegram para dúvidas e perguntas.

O curso também garante a inserção do aluno na Academia TCO, que ocorre a noite, uma vez por mês, sempre com temas relevantes para a área da enxertia óssea em um bate-papo para debater caminhos e tirar dúvidas clínicas dos alunos.