Imersão Mandíbula e Maxila #3
Assista ao vídeo abaixo
Play Video about Aumentos horizontais e verticais em mandíbulas sem biomaterial e enxertos simultâneos ao ato de enxertia em mandíbulas
Header - color line
Header - color line

Mandíbula

Header - color line

Aumentos verticais e horizontais de mandíbula sem uso de biomateriais.

As mandíbulas possuem uma fisiologia completamente diferente da maxila.

Se é assim, por que continuamos a realizar nossos procedimentos da mesma maneira?

Hoje, com uma observação fisiológica diferenciada, é possível realizar implantes individualizados e eliminar as PPR’s (Prótese Parcial Removível).

Além disso, e talvez o mais importante, é possível realizar aumentos verticais e horizontais na área da mandíbula sem o uso de biomateriais.

Maxila

Header - color line

Implantes simultâneos ao enxerto com biomaterial em bloco em maxilas.

Atualmente, em uma região de maxila anterior atrófica com 4 dentes faltantes, a grande maioria dos dentistas segue o cronograma padrão:

  1. Realização da enxertia
  2. Quatro meses depois, instalação dos implantes
  3. Oito meses depois, moldagem dos dentes

Com as novas técnicas voltadas a fisiologia humana, é possível realizar o enxerto com adaptação e escultura de bloco com colocação dos implantes simultaneamente, no mesmo ato cirúrgico.

Assim, é possível realizar um cronograma mais enxuto, com maior previsibilidade de resultados e melhor satisfação do paciente:

  1. Realização da enxertia e instalação dos implantes.
  2. Seis meses depois, moldagem dos dentes.
Header - color line
Header - color line

Ao participar do evento você irá entender:

Imersão de Mandíbula + Maxila

Header - color line

Aula ministrada por:

Dr. Paulo Pasquali
Paulo Pasquali, Phd

As técnicas do evento aplicadas no dia a dia

Header - color line

Quem é Paulo Pasquali

Header - color line

Paulo Pasquali é PhD em implantodontia com ênfase em transplante celular e criador do método TCO – Transplante Celular Odontológico.

É criador do método que utiliza sangue medular mandibular para potencializar a enxertia óssea não autógena, o método TCO.

Sua especialidade é em implantodontia e enxertia óssea e seu maior objetivo é ajudar profissionais da odontologia e terem melhores resultados em seus procedimentos de forma simples e acessível.

Ato cirúrgico de enxertia óssea com utilização de TCO
Mesa cirúrgica do método TCO - Transplante Celular Odontológico
triatlo - fisiologia na odontologia
Header - color line

Preencha com seus dados para inscrever-se:

Suas informações estão seguras.
Ao preencher o formulário você concorda com nossos Termos de Cookies e Privacidade.
Para ler nossa Política de Uso, Cookies e Privacidade, clique aqui.

Símbolo - Instituto Paulo Pasquali - 75 x 75

Olá, colega da odontologia. Nosso site utiliza cookies para te trazer uma melhor experiência.
Ao continuar navegando, entendemos que você está de acordo com nossa Política de Cookies e Privacidade.